Notícias

Outubro 21, 2014 08:54 PM

A campanha envolveu uma Petição dirigida à Assembleia da República, que recolheu 6.445  subscrições (por via eletrónica) e assinaturas (em papel), entregues na Assembleia da República no dia 30 de janeiro de 2014, em conjunto com uma carta dirigida a todos as deputadas e deputados, um documento que justifica a necessidade premente de o Estado português se preparar para a negociação de uma reestruturação da dívida e um outro documento que lembra o direito dos cidadãos e cidadãs à participação e à informação acerca dos assuntos públicos.

 

Em simultâneo, incentivou-se o debate sobre a questão da dívida, procurando-se mobilizar a cidadania em torno da necessidade e exigência da sua renegociação, em nome dos interesses do país e não dos interesses dos credores. Em 2013 realizaram-se com a intervenção da IAC várias sessões públicas em diversos pontos do país: Almada, Covilhã, Lisboa, Loulé, Monte da Caparica, Montijo, Seixal, Setúbal.

 

Para apoiar o conhecimento e a tomada de consciência sobre as causas e as consequências da dívida pública portuguesa, a IAC publicou a brochura «10 perguntas frequentes sobre a dívida».

Outubro 18, 2014 02:39 PM

Expressodiário, 17.10.2014

Outubro 7, 2014 10:24 AM

Foi finalmente agendada para 4ª feira, próximo dia 22 de outubro, a discussão em sessão plenária da AR da petição lançada com a Campanha «Pobreza Não Paga a Divida/ Renegociação Já».

 

Entregue na Assembleia da República em janeiro deste ano, esta petição foi lançada pela Iniciativa por uma Auditoria Cidadã à Dívida, a que outros se associaram, e é o culminar de um longo, na altura, inédito processo de debate público sobre a dívida, suas implicações e possíveis alternativas de renegociação.

 

O debate da petição irá acontecer no plenário da AR, às 15:00, pelo que a presença massiva dos subscritores nas galerias e de todos aqueles para quem esta questão não é indiferente tem a maior importância e significado cívicos e políticos.

Junho 23, 2014 09:51 PM

O CAC - «Colectivo para uma auditoria cidadã à dívida pública», os nossos homólogos em França, apresentaram a 27 de Maio o seu contributo para o debate público sobre o problema da dívida em França. Está disponível AQUI.

 

Apresenta-se de seguida a tradução para português das principais conclusões daquele estudo, disponível AQUI, feita por Cristina Semblano.

Junho 6, 2014 11:00 AM

Caras/os subscritores, apoiantes e amigos

 

A petição entregue em 30 de Janeiro no Parlamento, no culminar da campanha: «Pobreza Não Paga a Divida/ Pela Renegociação Já», a que deu o seu apoio, conhece uma nova etapa.

 

Como se recordarão ainda alguns, depois da entrega formal ao Presidente da AR em audiência, seguiu-se a ronda pelos diferentes grupos parlamentares. O Partido Socialista foi o primeiro grupo político a receber-nos, nesse mesmo dia, revelando disponibilidade para analisar as nossas propostas. Reunimos posteriormente com os demais grupos parlamentares (exceto PSD e Verdes que não responderam ao nosso pedido). Em geral, essas audiências foram muito frutuosas. Permitiram-nos dar a conhecer os nossos propósitos, sensibilizar os partidos para a gravidade da situação, para a necessidade imperiosa de desencadear o processo de renegociação e de o preparar, garantindo transparência, e para o escrutínio do Parlamento e dos cidadãos de tal negociação.

 

Por todos foi reconhecida a seriedade e profundeza das nossas propostas alicerçadas, assinale-se, numa carta aberta aos deputados, numa proposta de guião sobre a reestruturação, ainda num documento sobre o direito de participação dos cidadãos, e numa proposta de modelo sobre o processo de acompanhamento e escrutínio do processo.